A Oficina objetivou fomentar a agroecologia e a sustentabilidade através dos projetos realizados pela Associação

No dia 29 de julho a Associação Terceira Via promoveu a Oficina de Diagnóstico Participativo para discutir sobre o Projeto de Agroecologia e Sociobiodiversidade realizado com produtores rurais do município.
Realizada na Casa da Cultura de Joanópolis, teve o intuito de fomentar a produção de insumos da sociobiodiversidade para preservar os recursos hídricos de Joanópolis e aumentar a formação de multiplicadores deste setor, a Oficina propôs ainda promover um dialogo entre os produtores rurais, consultores agrônomos e botânicos da Terceira Via, Instituições Parceiras, privadas e não privadas, Associações, Prefeitura e Sociedade Civil. Durante a oficina foi apresentado um pré-diagnostico, estes foram realizados durante as visitas técnicas realizadas nas propriedades Oficina de diagnóstico participativo 2pelos consultores da Terceira Via, as possíveis atividades econômicas, provenientes da sociobiodiversidade, que podem ser realizadas para atender as necessidades mercadológicas, a difusão de alternativas para uso sustentável da floresta e o Plano de Manejo. “Busca-se a valorização dos recursos ambientais como um bem econômico, a preservação para sustentar a qualidade de vida, resgate do valor cultural, inovação dos padrões de consciência ambiental e, principalmente, uma sociedade mais sustentável.” Ressaltou, durante a apresentação, o Presidente da Terceira Via, Edwaldo Luiz.
Os consultores da Terceira Via, Soraya Voigtel, Bióloga, Laércio Chiarini, Engenheiro Agrônomo, fizeram suas considerações e esclarecerem as duvidas aos produtores. Também participaram os representante do Piracaia Orgânica, Terra Roxa Consultoria,  Da Serra Reflorestamento, World Wide Fund for Nature.

COMPARTILHE